Visita virtual à cidade do Porto em panoramas 360º
VisitaVirtual à Igreja de S. Francisco
Capela dos Reis Magos

Get Adobe Flash player

Capela dos três Reis Magos

O retábulo dos Reis Magos é do Séc. XVII.
A abside pequena ou capela dos Três Reis Magos, o lado direito era a propriedade da família Pereira Brandão. Em uma pequena capela, aberta por uma porta renascentista no estilo flamengo, dois túmulos são vistos, um acima do outro.
O inferior ao nível do solo tem uma inscrição gótica e o superior é o túmulo de Fernão Brandão. No topo da sepultura pode ser visto gravadas as palavras "D. Servatori" e no outro lado é um epitáfio ilegível latino.
Fernão Brandão e seu irmão, Diogo Brandão, guarda-livros da Tesouraria do Porto, foram poetas e os seus versos são encontrados no "Cancioneiro Geral" (uma coleção dos primeiros portugueses canções, rimas e poesias) por Garcia de Rezende.
Na entrada é outra pequena seputlura datada de 1501, que tem a seguinte in- scrição: "Aqui jaz João Brandão, um fidalgo da casa real e contador de Sua Majestade, nesta cidade, que morreu no ano MDI". O brasão de Armas tem as crescentes da família Pinto e da família Brandão.
Das inscrições nas três sepulturas no pavimento, um é indecifrável, as duas restantes sendo uma de Diogo Brandão capelão da Princesa Joana de Áustria, filha do imperador Carlos e mãe do rei D. Sebastião, 1574, sua esposa e filho, "Aqui jaz Beatriz Pereira esposa de João Brandão e seu filho Diogo Brandão MDXXV".

iOS 360º Panorama
Planta da Igreja